segunda-feira, 30 de abril de 2007

Celg inaugura projeto de substituição de chuveiros elétricos por coletores solares

Meta de economia com instalação dos equipamentos é de 840 MWh/ano, segundo empresa

Da Agência CanalEnergia, Consumidor
27/04/2007

A Celg (GO) inaugura nesta sexta-feira, 27 de abril, a execução do projeto de substituição de chuveiros elétricos por coletores solares de energia. Ao todo, 222 residências de um conjunto habitacional da cidade de Itumbiara foram beneficiadas. O presidente da Celg, André Luiz Rocha, também assinará convênio com a prefeitura para implantação de obras de melhorias no sistema de iluminação pública.

Segundo a Celg, na próxima semana serão inauguradas etapas do projeto de coletores solares em mais outras cinco cidades. A meta de economia da empresa com a instalação dos equipamentos é de 840 MWh/ano. Os coletores custam para à Celg R$ 2,5 mil a unidade e beneficiará 2.500 famílias.

A Celg irá inaugurar também novas agências de atendimento no estado, instalações da Celg Geração e Transmissão, Centro de Treinamento, além do lançamento da biografia do primeiro presidente da Celg, engenheiro Oton Nascimento.

2 comentários:

Tobias Amorim disse...

Ótima medida. Medida esta que deveria ser tomada por todas as concessionarias de energia no Brasil. Nao somente com a doacao, mas com o suporte financeiro para a aquisicao de coletores solares. Tendo em vista que nosso pico de consumo, diferentemente da Europa, que se localiza ao meio dia, se encontra as 18-21hs devido aos chuveiros elétricos.
Na minha casa no Brasil temos aquecedor solar já fazem mais de 20 anos, nao tem comparacao, sao de uma qualidade de banho muito superior a qualquer chuveiro elétrico além de nos poupar na conta de energia. :)
Fico pensando como convence-los a investir também nas placas fotovoltaicas. Uma opcao que tenho pensado e a associacao das mesmas com sistema de refrigeracao por absorcao assim como um projeto aplicado na biblioteca de Mataró na Espanha. A qual alem de aproveitar a energia solar para producao de energia, aproveita que o periodo mais quente do dia, o qual existe uma maior necessidade por ar-condicionados, produza o refrigeramento do ambiente aproveitando o calor indesejado dos paineis fotovoltaicos devido a sua baixa eficiencia de conversao em eletricidade.

carlos disse...

Eu estou passando uns dias aqui em goiás e vi este equipamento ser instalado em residencias de pessoas com baixa renda.
Fiquei muito interessando em ter este equipamento em minha casa, atualmente em Natal- RN e também em poder ajudar algumas pessoas com baixa renda no meio do meu convivio.
Gostaria de obter mais informações sobre o programa e saber como conseguir estes equipamentos.
Desde já agradeço.